CLARO aparece com proposta "Nudes"... sem nada para mostrar

 A bancada dos Sindicatos filiados à FENATTEL rejeita em massa e apresenta contra-proposta com o que é essencial para Assembléias!

No dia 14 de outubro ocorreu mais uma rodada de reunião com representantes do Grupo Claro.
Não trabalharam bem o dever de casa e o tempo está passando.
Não levaremos para categoria uma proposta “nudes”, ou seja sem nada! E muito distante daquilo que apresentamos em nossa Pauta de Reivindicações e que foi prontamente recusada:
- TELETRABALHO
A empresa apresentou proposta para o teletrabalho. Ela estabelece na proposta um limite de aplicação “durante a pandemia”. Ou seja, a proposta só teria validade até 31/12/2020, e sem qualquer compensação para o empregado.
NÃO!
- PPR 2020
A empresa mantém o target do programa do ano passado = 3,6 salários. Assim como mantem os critérios de elegibilidade. Porém, estendeu a data de pagamento para maio/2021.
Antecipou resultados parciais alcançados até agora:
CLARO aparece com proposta nudes... sem nada para mostrar
Você está recebendo o novo Boletim Digital semanal da FENATTEL, para trabalhadores e trabalhadoras (xs) do Grupo CLARO defendendo o ponto de vista do movimento sindical dos trabalhadores em Telecom.
A bancada dos Sindicatos filiados à FENATTEL rejeita em massa e apresenta contra-proposta com o que é essencial para Assembléias! Corporativo=74,97%; Consumo = 69,67%; Empresarial = 71,3%.
Nos percentuais apresentados ainda serão inseridos os desafios e metas dos setores.
ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2020/2021
• Reajuste de salário e de benefícios = ZERO;
• Abono compensatório irrisório e ofensivo • Manutenção das demais cláusulas.
Após a recusa, a Comissão dos Trabalhadores apresentou a seguinte contraproposta:
• TELETRABALHO – cláusulas com parágrafos diversos que contemplem o período de pandemia e pós-pandemia em um único aditivo.
• ACORDO COLETIVO 2020:
- Abono Indenizatório: 60% do salário nominal com valor mínimo de R$ 1.500 e sem teto máximo de valor, com pagamento em até 10 dias após as assembleias;
- Repasse de 100% do INPC (Set/20) na data-base nos benefícios VR/VA;
- Repasse de 100% do INPC (Set/20) em junho/21 nos salários.
- Garantia de pagamento do abono para os demitidos e não somente para os ativos na data do pagamento.
PPR
- Adiantamento de 1 salário base pago em dezembro/2020;
- Pagamento final em fevereiro de 2021; Negociar no primeiro semestre de 2021.
• Unificação do VA VR nacional
• Garantia de postos de trabalho.
  Próxima reunião dia 26/10
 
 
DIRETORIA DO SINTTEL MT







Compartilhar esse contedo