SINTTEL-MT/FENATTEL mais uma vez recusa proposta da V.Tal que divide os trabalhadores para o PPR 2024

 O SINTTEL-MT e a FENATTEL se reuniram com os representantes da V.Tal para dar prosseguimento às negociações do PPR 2024. A reunião online ocorreu na segunda-feira, 17/06.

Novamente não houve consenso, pois a empresa insiste em aplicar uma cláusula que gera divisão entre os trabalhadores e pode gerar conflitos judiciais para a empresa.
O SINTTEL-MT/FENATTEL não concorda com a exclusão dos trabalhadores que pedirem demissão ao longo do ano. Isso só servirá para engordar ainda mais os PPRs dos executivos da empresa. Porém, de maneira estranha e duvidosa, alguns sindicatos do Brasil aceitaram tal afronta.
A bancada sindical reafirmou que essa decisão, além de injusta, fere a Sumúla 451 do TST (Tribunal Superior do Trabalho), pois tal cláusula agride o princípio da isonomia.
Trabalhador, pense bem. Essa exclusão dos trabalhadores que pedirem demissão que a V.Tal propõe é danosa para todos os trabalhadores. Você pode pensar que hoje é bom. Porém, amanhã o prejudicado pode ser você.
Imagina se um trabalhador que dedicou 10 ou 11 meses de sua vida profissional na empresa e por alguma questão circunstancial teve que pedir demissão, ele não receberá absolutamente nada!

Diante desse impasse o SINTTEL-MT e a FENATTEL encaminharam à V.Tal a seguinte contraproposta:

* PPR de 2,4 salários;
* 1 salário de adiantamento
* Exclusão da cláusula que prejudica os trabalhadores que pedirem demissão ao longo do ano.

Os representantes da empresa, responderam que levarão a contraproposta da bancada sindical aos seus superiores e uma nova reunião será agendada. A negociação continua!

Se você ainda não é filiado(a) ao SINTTEL-MT, acesse nosso site através do link: https://sinttelmt.com.br/sindicalize-se.php e sindicalize-se, assim você fortalecerá o seu sindicato e aproveitando todos os benefícios disponibilizados para os associados(as).
 
JUNTOS SOMOS MAIS FORTES.

Diretoria SINTTEL







Compartilhar esse contedo